02/dez
dicas-de-ultima-hora

Coisas que você precisa saber sobre o Enem mas tem preguiça de ler o edital :P

02 / dez
Publicado por Felipe Cabral em BAZINGA! às 20:42

A segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que ocorre neste sábado (3) e no domingo (4), deve mobilizar, em Pernambuco, mais de 17 mil feras que farão as provas em 20 locais distribuídos em oito cidades do Estado. A poucos dias desse processo seletivo tão importante, vale relembrar algumas orientações para que tudo ocorra com tranquilidade. Então, vamos lá 😉

1. Já conferiu o cartão de confirmação de inscrição?

O documento está disponível na “página do participante” do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e também pode ser consultado no aplicativo do Enem, do Ministério da Educação (MEC).

2. “Tenho que levar o cartão de inscrição no dia das provas?”

De acordo com o Inep, não é obrigatório. Porém, com as informações contidas no documento, o fera pode agilizar a entrada na sala de aplicações. No cartão são informados o número de inscrição, data e horário dos exames, local de realização das provas, indicação de atendimento (específico ou especializado), opção de língua estrangeira e solicitação de certificação de conclusão de ensino médio (se for o caso).

3. Atenção ao horário de verão!

O horário indicado no seu cartão de inscrição é o oficial de Brasília, que adiantou 1h no relógio devido ao horário de verão, vigente desde o dia 16 de outubro. Como Pernambuco não aderiu à mudança, os candidatos devem se guiar pelo horário local: no Estado, os portões abrem às 11h, fecham ao meio-dia e as provas começam às 12h30.

4. O cartão de inscrição não é obrigatório… mas o documento de identificação é!

Para fazer as provas, é necessário apresentar um documento original de identificação com foto (não serve carteira de estudante, por exemplo). Confira os documentos aceitos.

Reprodução_enem_inep_gov
Foto: Reprodução/enem.inep.gov.br

5. O que pode e o que não pode levar para as provas?

Além do documento de identificação e do cartão de inscrição, o fera deve ter em mãos canetas esferográficas pretas fabricadas em material transparente. De acordo com o Inep, outras cores podem comprometer a leitura ótica do cartão-resposta.

O fera também pode levar lanches, mas é importante selecionar bem os alimentos já que alguns produtos podem comprometer o bom condicionamento fisiológico para o exame.

>> 5 dicas para um bom condicionamento físico e mental durante os vestibulares

A lista de coisas que o Inep recomenda que não sejam levadas para as provas é bastante extensa, então o fera deve ficar atento; o porte ou uso de determinados objetos pode causar a eliminação do candidato.

No edital do Enem, é aconselhado que o estudante não leve: lápis, caneta fabricada em material não transparente, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações e quaisquer dispositivos eletrônicos, como calculadoras, celular, relógios, fones de ouvido e alarmes de qualquer espécie.

Também não é permitido utilizar óculos escuros e qualquer artigo de chapelaria. Portar armas de qualquer espécie – ainda que o candidato detenha autorização para o respectivo porte, é também terminantemente proibido.

Caso a pessoa esteja com alguns desses objetos, eles deverão ser guardados em embalagem porta-objetos fornecida pelo fiscal de sala.

6. “Como serão essas novas provas?”

De acordo com o Ministério da Educação (MEC) as provas desta segunda aplicação serão diferentes das realizadas nos dias 5 e 6 de novembro, mas manterão o mesmo nível de dificuldade o que, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), organizador do exame, garantirá a isonomia entre os candidatos.

7. Sobre a distribuição das áreas de conhecimento e tempo reservado às provas

No primeiro dia (3/12) os feras realizarão as provas de ciências da natureza e suas tecnologias e de ciências humanas e suas tecnologias no horário das 12h30 às 17h (duração de 4h30min). No segundo dia, o estudantes encaram as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias e redação, no período entre as 12h30 e as 18h.

8. Sobre o atendimento específico aos sabatistas

Os candidatos que por convicção religiosa guardam o sábado, têm até às 12h (horário local) para entrar nos locais de prova, assim como os demais candidatos. Em Pernambuco, os sabatistas vão esperar até às 18h em sala de aplicação para iniciar as provas.

Com informações do Inep e da Agência Brasil.


FECHAR